Porta Lusófona de Língua e Cultura

EVANILDO BECHARA E MALACA CASTELEIRO EM SANTIAGO, 8 DE OUTUBRO

   A Comissão Promotora da Academia Galega da Língua Portuguesa organiza conferências em Santiago de Compostela, em que intervirão os professores Evanildo Bechara, da Academia Brasileira de Letras, e Malaca Casteleiro, da Academia das Ciências de Lisboa. Com a apresentação dos catedráticos galegos Martinho Montero Santalha, José Luís Rodrigues e Maria do Carmo Henriques, terão lugar a segunda-feira 8 de Outubro, na Faculdade de Filologia, polas 12 horas.

Bechara falará sobre «A Língua Portuguesa na visão dos fundadores da ABL: unidade e diversidade». A conferência de Casteleiro leva por título «Contribuição do Dicionário da Academia das Ciências de Lisboa e do Dicionário Houaiss para a unidade, na diversidade, da Língua Portuguesa». O evento recebeu o apoio da Associação de Amizade Galiza-Portugal.

 


 

VI COLÓQUIO ANUAL DA LUSOFONIA

   Com o apoio da Associação de Amizade Galiza-Portugal, de 3 a 6 de Outubro realiza-se na cidade de Bragança o VI Colóquio Anual da Lusofonia. O tema central é «O português no século XXI, a variante brasileira». O risco real da separação ou não. unificação ou diversificação: esta a agenda para as próximas décadas.

   O Colóquio da Lusofonia 2007 irá debater a possibilidade de a variante brasileira se tornar numa língua própria e suas consequências, análise da situação, desenvolvimentos nos últimos anos, projectos e perspectivas presentes e futuras. Incluímos um tema especial este ano para celebrarmos o centenário do nascimento de Miguel Torga. Como é habitual todos os anos, debate-se os problemas da Tradução, instrumento para perpetuar a Língua Portuguesa e manter a sua criatividade nos quatro cantos do mundo. Por último, será estudada a situação do Acordo Ortográfico e a sua possível aplicação.

 


 

RATIFICAÇÃO DO ACORDO ORTOGRÁFICO ESTÁ MAIS PRÓXIMA

Portugal diz estar perto de confirmar acordo ortográfico.
Rio de Janeiro, 13 Dez (Lusa) - Portugal está perto de concluir o processo de ratificação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, disse nesta quarta-feira Maria Angélica Ribeiro, representante do Ministério luso da Educação. Mais informação.

A Galiza participou no Acordo de 1990 através da Comissão Galega do Acordo Ortográfico, tendo participado nos trabalhos e aderido ao texto final em qualidade de «Delegação de Observadores da Galiza».

 


 

     V COLÓQUIO ANUAL DA LUSOFONIA estudou a situação do português da Galiza.

   De 2 a 4 de Outubro, Bragança recebeu a quinta edição subordinada ao tema «Do Reino da Galiza aos nossos dias: a língua portuguesa na Galiza». Os estudos de tradução tiveram um espaço próprio. O evento incluiu concertos de música, exposição de fotografias, artesanato e livros.

 

Propõem criação da ACADEMIA GALEGA DA LÍNGUA PORTUGUESA

   O V Colóquio Anual da Lusofonia foi o lugar escolhido pelo professor Martinho Montero Santalha, catedrático da Universidade de Vigo, para expor e defender a ideia de criação da «Academia Galega da Língua Portuguesa»

   Foi a Quarta-feira, 4 de Outubro, ao completarem-se os 100 anos da criação da Real Academia Galega, que Martinho Montero Santalha lançou a ideia da constituição de uma academia galega da língua que facilite a incorporação da Galiza à lusofonia. Entre os motivos expostos pelo professor para esta iniciativa, indica dois principais: a impossibilidade de colaboração com a Real Academia Galega – que, no seu entender, nas últimas décadas adoptou um modelo castelhanizante para o galego –, e a necessidade de a Galiza ter uma instituição capaz de a representar na CPLP e noutros organismos internacionais.

   A organização do Colóquio disponibiliza a comunicação do professor galego, mais uma transcrição da palestra, que inclui a «exposição de motivos» mais o interessante debate produzido. A gravação do som pode ouvir-se na página web http://www.udc.es/dep/lx/cac/vo/20061004L01

 


 

     III SEMINÁRIO DE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS da AAG-P inclui 8 interessantes comunicações. Os dias 28, 29 e 30 de Março, na Faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Santiago participarão Celso Álvarez Cáccamo, Mário Herrero, Vítor Meirinho, Martinho Montero Santalha, Maria do Carmo Henríquez, Álvaro Vidal Boução, Xavier Vilhar Trilho e Josep Conill. Outros contributos foram recebidos da autoria de Carlos Durão, Manuel Zebral e José Luís Fontenla. Ver programa completo.

O próximo Sábado, 25 de Março, Mário Herrero realizará a apresentação de António Gil e do seu último livro, Temas de Linguística Política, na Casa dos Crivos de Braga, num ato incluído na Semana da Galiza. O autor dará uma palestra sob o título "A situação de direito do português na Galiza". A publicação, que já está à venda na Livraria Minho, contém 300 páginas e constitui uma continuação do seu anterior Silêncio Ergueito. Será lançado também em Santiago de Compostela, como estava previsto, no terceiro e último dia do Seminário de Políticas Linguísticas, dedicado ao estudo e difusão da sua obra. Será na Faculdade de Ciências Políticas da Univ. de Santiago, e contará com a presença de Xavier Vilhar, Josep Conill e a moderação de Ângelo Cristóvão. 

 


 

Associação ATTAC organiza a Semana da Galiza em Braga que, de 18 a 26 de Março de 2006, inclui a participação de diversas entidades, entre outras, a Associação de Amizade Galiza-Portugal, com exposições bibliográficas e fotográficas, conferências e debates, apresentação de livros, projeção de filmes, difusão da música e até realização de um curso de culinária. O evento dá continuidade à tradição bracarense de fomento das relações com a Galiza. Colaboram a Câmara Municipal de Braga, Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, Estaleiro Cultural Velha-a-Branca e Associação Juvenil "A Bogalha"

Sábado 18 de Março, às 15 horas, terá lugar a cerimónia de apresentação, no Auditório Lúcio Craveiro da Silva, seguida da conferência e debate sobre o tema "O movimento associativo como elemento de defesa da língua na Galiza", com a participação de representantes das associações AGAL, AAG-P, MNL, MDL e Fala Ceibe. Ver programa completo.

 


 

PARLAMENTO BRASILEIRO INICIA RECONHECIMENTO DA DIVERSIDADE LINGUÍSTICA

 

A Câmara dos Deputados será o lugar de realização de um importante seminário legislativo em que se produzirá um primeiro reconhecimento oficial da diversidade linguística do Brasil, através da criação do Livro de Registo das Línguas, em 7 e 8 de Março de 2006.

O evento, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e o Instituto de Investigação e Desenvolvimento em Política Lingüística (IPOL), foi iniciativa dos deputados Paulo Delgado (PT-MG), Carlos Abicalil (PT-MT) e Paulo Rubem Santiago (PT-PE). Segundo os parlamentários, o "livro de registros vai incentivar a política de afirmação dos direitos lingüísticos, das identidades das minorias e de manutenção da diversidade cultural do País" (Informação da Agência-Boletim Eletrônico).

"Estará em debate a criação de um instrumento de registro para as línguas brasileiras – o Livro de Registro das Línguas – através do qual o Estado reconhecerá as línguas das comunidades brasileiras como patrimônio cultural imaterial da Nação, do mesmo modo como já vem sendo feito com os Lugares (Livro dos Lugares) e com as Celebrações (Livro das Celebrações), por exemplo. Esta política de reconhecimento poderá ser muito importante para a afirmação dos direitos lingüísticos das minorias e para a manutenção da diversidade cultural do país". (Informação do IPOL - Instituto de Investigação e Desenvolvimento em Política Lingüística e da Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados).

 


 

PORTUGUÊS DA GALIZA NA RTP

A Radiotelevisão portuguesa emitiu uma reportagem sobre o português da Galiza no Jornal da Tarde do dia 1 de Janeiro. O tema principal foi a Petição ao Parlamento Europeu promovida pela Associação de Amizade Galiza-Portugal e o Movimento Defesa da Língua, em defesa da unidade da língua portuguesa. O vídeo está acessível em Versão Original.

 


 

 O Observatório da Língua Portuguesa está dedicado à difusão de informação sobre o português. Constitui um espaço em que se geram iniciativas para a sua defesa e promoção a nível local e internacional. Contém estimativas de falantes, línguas nacionais dos países da CPLP, legislações, bibliotecas, publicações, livrarias, gramática aplicada e contrastiva, testes de auto-avaliação e ligações para línguas africanas.

 

 


 

A RESPEITO E COM (pré-) TEXTO DE UM «POEMATINÁRIO» Carta (HOMENAGEM) a Manuel Maria.

Lusografia publica este artigo do professor António Gil, em homenagem ao saudoso poeta galego Manuel Maria, no primeiro aniversário do seu passamento.

 


 

Petição ao Parlamento Europeu

   Os coletivos Associação de Amizade Galiza-Portugal (AAG-P) e Movimento Defesa da Língua (MDL) acordaram enviar uma petição ao Parlamento Europeu, aberta a outras associações e pessoas, em que se solicita "Que as instituições europeias se abstenham de promover a segregação linguística das minorias nacionais, e seja reafirmada a unidade da língua portuguesa, nacional ou oficial na Galiza, Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Timor Lorosae". Aliás, o galego já é oficial na União Europeia, como demonstraram na prática os europarlamentários galegos José Posada e Camilo Nogueira. 

Mais informação em http://www.peticao-PE.tk/

 


 

IV Colóquio Anual da Lusofonia – 3-4 Outubro 2005 - DOS CONTADORES DE HISTÓRIAS À LITERATURA CONTEMPORÂNEA: a língua portuguesa em TIMOR LESTE 

    Subordinada ao título DOS CONTADORES DE HISTÓRIA À LITERATURA CONTEMPORÂNEA, o Colóquio da Lusofonia 2005 irá ter como tema central o problema da Língua Portuguesa em Timor-leste: como se impõe uma língua oficial que não é falada pela maior parte dos habitantes, análise da situação, desenvolvimentos nos últimos cinco anos, projectos e perspectivas presentes e futuras. Ainda em debate estarão os problemas da Tradução como forma de perpetuar e manter a criatividade da Língua Portuguesa nos quatro cantos do mundo.

    Igualmente se irão manter as actividades paralelas como a Mostra de Artesanato e a Mostra de Livros, a que se acrescentarão em 2005 Exposições e Concursos de Fotografia, Pintura e Escultura, o que só vem demonstrar a vitalidade e a – cada vez mais lata – abrangência destes Colóquios.

    Mais informação em http://lusofonia2005.com.sapo.pt/

 


 

III SEMINÁRIO DE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS

     Associação de Amizade Galiza-Portugal realizará o III SEMINÁRIO DE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS, dedicado ao estudo e difusão da obra do professor António Gil, e lançará o seu novo livro Temas de linguística política.

Terá lugar na Faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Santiago, em Março de 2006. Mais informação.

 


 

Entrevista em Rádio Oleiros

     LLUÍS V. ARACIL, autor do livro Do latim às línguas nacionais... será entrevistado a quinta-feira, 13 de Janeiro de 2005, no programa "CULTURA NO AR", de RÁDIO OLEIROS (101.5 FM) junto com ÂNGELO CRISTÓVÃO, organizador desse texto. A publicação levantou o interesse do responsável pelo programa cultural, XAVIER FREIRE, que entrevistará ambos sociolinguistas das 12 às 13 horas, numa emissão ao vivo onde se tratarão temas relativos à obra araciliana, a história das línguas europeias e a situação e perspetivas de futuro do português galego. O programa será reemitido o mesmo dia, das 18 às 19 horas. Mais informação em http://culturanoar.blogspot.com/

 


 

Editado o DVD do II SEMINÁRIO DE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS

23 de Dezembro de 2004. Sete horas de gravação foram publicadas em 4 DVD pela Associação de Amizade Galiza-Portugal. Incluem um resumo da primeira sessão (dia 24) e todas as intervenções de conferencistas e debates da segunda e terceira sessões (dias 25 e 26 de Novembro), com a apresentação do livro de Lluís V. Aracil (na fotografia). Os interessados podem escrever para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

 


 

LANÇADO em Santiago de Compostela, 26 de Novembro de 2004, o livro de Lluís V. Aracil Do latim às línguas nacionais: introdução à história social das línguas europeias. Ver índice e apresentação.

Publicada recensão na revista electrónica NovesSL (Barcelona), de Pere Martínez Barreda.

 


 

II SEMINÁRIO DE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS

     Associação de Amizade Galiza-Portugal realizou o II SEMINÁRIO DE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS, sob o título “A influência da obra de Lluís V. Aracil nas Políticas Linguísticas". Organizado em colaboração com o professor Xavier Vilhar Trilho, do Departamento de Ciência Política e da Administração, teve lugar os dias 24, 25 e 26 de Novembro de 2004 na Faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Santiago, com palestras de professores galegos e catalães. Veja as imagens do evento na web da AAG-P.

 


 

Colectivos luso-reintegracionistas representam a Galiza no Foro Social Europeu de Londres

GALIZA - 15 de Outubro de 2004.

     Associação de Amizade Galiza-Portugal, Associaçom Galega da Língua e Movimento Defesa da Língua representam a Galiza no Forum Social Europeu que se celebra em Londres, até ao vindeiro domingo dezassete. As organizações galegas participam neste encontro ao mesmo tempo que colectivos de defesa da língua de Euscádi, Catalunha, Gales e o povo curdo, para reclamar os direitos linguísticos de todos eles no quadro da União Europeia. Mais informação.

 


 

Novas propostas de mudança do Estatuto de Autonomia da Galiza

     Comissão Galega do Acordo Ortográfico e Irmandades da Fala da Galiza e Portugal fazem propostas de mudança do Estatuto de Autonomia da Galiza, nos aspetos relativos à língua.

 

     Em cartas enviadas ao Presidente do Governo Galego, estas instituições lusófonas promovem a oficialização da língua portuguesa na Galiza. 17 de Agosto de 2004.

 


 

"O fio das lealdades"
Artigo de Rudesindo Soutelo

(Publicado no semanário A Nosa Terra a 29 de Julho de 2004)

     "O amor e mais o ódio, a entrega e o rejeitamento, a confiança e a suspeita são as duas faces duma mesma emoção. Na música culta galega esses dois extremos se manifestam com forças muito desiguais.

 

     A classe política em geral é fanaticamente inculta e odeia tudo aquilo que desconhece. O cinismo político não permite sentimentos de amor. Mas essa incultura é premeditadamente selectiva e intransigentemente galeguicida. A aniquilação da nossa língua, que subtilmente alicia o espanholismo excludente, encontra no separatismo linguístico de certo nacionalismo galego o cooperador necessário para nos isolar internacionalmente e ir reduzindo a nossa cultura a um ermo baldio, inculto, rude e esmorecente onde só se nos reconheça o direito à ignorância."

continua

 


 

3º Colóquio Anual Internacional da Lusofonia 2004 

BRAGANÇA 21-23 OUTUBRO 2004

 

TEMAS:

1. Línguas, culturas e dialectos minoritários

2. Língua portuguesa e estudos de tradução

3. Ensino de Português (língua materna e estrangeira)

Mais informação na página web do evento http://www.lusofonia2004.com.sapo.pt

 


 

Entidades culturais defendem que a reforma do Estatuto de Autonomia da Galiza garanta direitos linguísticos

COMPOSTELA - 22/07/2004.
     As entidades culturais Associação de Amizade Galiza-Portugal (AAG-P), Associaçom Galega da Língua (AGAL) e Movimento Defesa da Língua (MDL) apresentam à sociedade galega uma proposta de reforma nos artigos referentes à língua. O texto completo está disponível na web http://www.proposta2004.tk, onde também se poderá assinar electronicamente. A campanha terá continuidade nos próximos meses.
Mais informação.

 


 

Faleceu JOSÉ AUGUSTO SEABRA

Poeta, ensaísta, crítico, professor universitário e diplomata português, membro das Irmandades da Fala da Galiza e Portugal, da Comissão Galega do Acordo Ortográfico e do conselho consultivo da revista da lusofonia NÓS, morreu em Gaia a 27 de Maio de 2004. Mais informação.

 


 

A RDP entrevista membros da Associação de Amizade Galiza-Portugal

     O 4 de Maio de 2004 a Rádio Difusão Portuguesa, Antena 1, realizou uma emissão desde a Corunha em simultâneo com a RDP Internacional. Uma equipa de 14 profissionais deslocaram-se a esta cidade para a emissão do 'Programa da Manhã', de 7 a 10 horas portuguesas (8 a 11, horário oficial espanhol). A transmissão continuou de tarde com o jogo entre o Desportivo e o Porto.

 

     Para falar da situação da língua na Galiza, os jornalistas José Guerreiro e António Macedo entrevistaram o sociolinguista António Gil e o secretário da Associação de Amizade Galiza-Portugal, Ângelo Cristóvão. Mais informação.

 


 

Associações culturais e pessoas individuais promovem manifesto a favor da língua portuguesa:

     As pessoas, entidades e instituições abaixo assinadas concordamos nos seguintes factos e objectivos:

1. A Galiza tem língua própria desde há séculos.
2. Essa língua é hoje denominada mundialmente Português: O PORTUGUÊS É A LÍNGUA DA GALIZA.
3. URGE portanto o reconhecimento OFICIAL, a sua utilização social, educativa e institucional, do Português, como língua própria da Galiza.
4. É, também, urgente e necessário ALFABETIZAR a população, particularmente as crianças, com pedagogia da pessoa oprimida que tem em conta a situação conflituosa em que se acha a população galega relativamente à sua língua.
5. É FULCRAL A UNIÃO NO PORTUGUÊS NA GALIZA para agirmos e garantirmos os INALIENÁVEIS direitos da população da Galiza.

     Na Galiza, Dia da Classe Operária da Galiza, quarta-feira, 10 de Março de 2004.


     Queiram enviar as adesões a
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 


 

 

Irmandades da Fala da Galiza e Portugal

 

Lusografia orgulha-se em publicar a web desta associação lusófona

 


 

Lusografia inicia a publicação das CRÓNICAS DA GALIZA, com artigos de

 

Celso Álvarez Cáccamo, Ângelo Cristóvão, Carlos Durão, António Gil e Manuel Fernández Montecelo

 


 

Associação de Amizade Galiza-Portugal organiza

SEMINÁRIO DE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS
VER IMAGENS

 Leccionado pelo professor JOSEP J. CONILL

 “SENSO COMUM E COMUNIDADE DE SENTIDO: RUMO A UM TRATAMENTO LIBERTÁRIO DA COMPLEXIDADE SOCIOLINGUÍSTICA”

 

SANTIAGO, 25-26-27 DE NOVEMBRO DE 2003

 


 

2º Colóquio Anual Internacional da Lusofonia
SLP Norte
 

Bragança 7-8 Novembro 2003

 

 Lusofonia: diversidades culturais

 

Local: Centro Cultural da Câmara Municipal de Bragança,

Auditório Dr. Paulo Quintela, R. Abílio Bessa

Bragança, Portugal

 Com o patrocínio da Câmara Municipal de Bragança

 


 

A reforma ortográfica e a língua na Galiza

Comunicado conjunto da Associação de Amizade Galiza-Portugal, Movimento Defesa da Língua e Associaçom Galega da Língua com motivo da reforma parcial das normas ortográficas e morfológicas da R.A.G. 16 de Julho de 2003. Para aderir ao comunicado, clique em http://www.mdl-galiza.org/?sec0=c2003&sec1=ass, página web do MDL. Veja-se também o comunicado apresentado por "Galiza Solidária" na Real Academia Galega, 18 de Julho de 2003.